Assim como os humanos, os animais precisam de cuidados básicos com a saúde. Como os pets não são responsáveis por eles próprios, cabe aos tutores garantir que eles visitem um veterinário numa periodicidade adequada.

Durante a consulta com um profissional, é possível tirar todas as dúvidas sobre alimentação e comportamento em cada fase do animal. Além disso, o veterinário é capacitado para checar o calendário de vacinação e vermifugação, pedindo exames que garantam que vai tudo bem com a saúde do cachorro.

Em geral, se o seu animal não apresenta nenhum sintoma, o ideal é fazer um check-up uma vez ao ano, mesma periodicidade recomendada para a maioria de nós. Uma dica é lembrar que, sempre que você precisa ir ao médico, o seu pet também deve.

Se o seu animalzinho é bebê ou idoso, podem ser necessárias mais de uma consulta por ano para garantir que está tudo bem. A maioria dos especialistas recomenda que as visitas sejam feitas, pelo menos, uma vez por semestre nesses casos.

Essas consultas de rotina são muito importantes para os cachorros porque várias doenças que atingem os nossos amigos são silenciosas, mas podem ser um perigo para a vida deles, causando muitos desconfortos no dia a dia.

Por isso, um check-up não deve ser considerado um gasto, mas um investimento na qualidade de vida do nosso pet e da nossa também — afinal, a gente vive bem melhor com eles.

A importância do check-up anual para o seu cão

O que é anamnese?

O primeiro passo de toda consulta costuma ser a anamnese, nome estranho, que confunde muita gente. No entanto, ela nada mais é que uma entrevista com o dono. Nessa conversa, o profissional vai perguntar sobre os hábitos, as interações e o histórico do animal, com o objetivo de identificar qualquer problema.

Não ache que é exagero se o veterinário quiser saber quantas vezes o animal come, bebe água, faz xixi e cocô, passeia ou interage com outros pets e membros da família. Tudo isso é importante para que ele possa ter um quadro geral da saúde do pet.

Quanto mais detalhes, melhor. Por conta disso, o ideal é que a pessoa que acompanha o animal mais de perto também seja a responsável por levá-lo ao veterinário. Se você passa o dia todo fora e alguém cuida do cachorro enquanto isso, o ideal é que esse indivíduo também vá à consulta.

Quais exames são necessários?

Cada caso é um caso, e só um veterinário pode dizer quais exames são indicados para o seu pet, dependendo do histórico e das condições gerais dele. Há testes específicos para os bebês, assim como novas recomendações costumam surgir com a idade.

De modo geral, os principais exames feitos durante um check-up são:

  • hemograma;
  • avaliação da função renal (ureia e creatina);
  • avaliação da função hepática (proteína, AST, GGT, LT, FA, triglicérides e colesterol)

Além disso, o profissional deve fazer alguns exames físicos, para verificar a pele, os ouvidos, os olhos, a saúde bucal e até se existe algum sinal de pulga e carrapatos. Com o estetoscópio, o veterinário também vai escutar o coração do seu pet. Se ele desconfiar que algo está errado, poderá pedir exames adicionais, como eletrocardiograma, ecocardiograma, aferição da pressão arterial e raio-x.

Numa consulta de rotina, também é costume verificar se o pulmão não apresenta algum ruído estranho, para garantir que o seu pet não esteja com algum problema no sistema respiratório. Se alguma anormalidade for identificada, exames adicionais podem ser solicitados.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *